• Vale detecta problemas no dique Borrachudo II, na mina Cauê, em Itabira

    Dique na mina Cauê é responsável por conter sedimentos Vale vai estudar a situação do dique Borrachudo II. Imagem: Vale/Janaina Duarte A mineradora Vale acionou o protocolo de emergência nível 1 para o dique Borrachudo II, na mina Cauê, situada em Itabira. Segundo nota à imprensa, a medida foi adotada no dia 22, em caráter preventivo e não requer a evacuação da população. A estrutura teve a Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) emitida em 31 de março de 2020, que permanece válida mesmo após o acionamento do protocolo de emergência apenas três semanas depois. Na nota, a Vale informou que a intervenção é uma medida de precaução acertada junto aos órgãos de fiscalização internos, que visa coletar informações sobre as condições atuais de drenagem da barragem. "O dique Borrachudo II é uma estrutura de pequeno porte construída em etapa única e projetada para conter os sedimentos da pilha de estéril Borrachudo Ipoema", afirmou a empresa.

    Voltar Data: 26/04/2020