• O que os recentes desastres revelam sobre as relações capital-trabalho no contexto da mineração? IV UFMG DEBATE

    No dia 15 de abril de 2019, às 18:30 horas, o Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais (GESTA), com apoio do Programa Participa UFMG, dá continuidade à série de discussões relacionadas à questão minerária no Brasil com o IV UFMG DEBATE – Para além do rompimento: Corpo, Vida, Trabalho. O evento tem como objetivo debater as condições de trabalho na mineração, os argumentos sobre a geração de empregos, o processo de vulnerabilizarão dos trabalhadores e a produção dos desastres diante do contexto crítico do rompimento das Barragens de Fundão (2015) e do Córrego do Feijão (2019), além de ameaças de rompimento de outra dezena de barragens em Minas Gerais. Como as mineradoras gerenciam as questões trabalhistas em situações de crise? Quais são os limites e as potencialidades da regulação estatal e do controle social exercido pelos sindicatos e movimentos sociais nesse cenário? Como tratar a dependência econômica do estado de Minas Gerais em relação à mineração? Quais as implicações da abordagem dos rompimentos mencionados sob a perspectiva de “acidentes de trabalho”? Essas são apenas algumas questões a serem discutidas no IV UFMG Debate. Contamos com a participação de todas e todos nesse evento público e gratuito que será realizado na próxima segunda-feira no Auditório 1 da Faculdade de Ciências Econômicas (FACE) da UFMG (Campus Pampulha).

    Voltar Data: 11/04/2019