• Terrorismo na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Sirenes, Afetações com as populações.

    Segundo o Jornal o Tempo dia (27), ás 21h10, as sirenes são acionadas novamente no distrito de São Sebastião das Águas Claras, conhecido no Macacos, em Nova Lima, região Metropolitana de Belo Horizonte. As sirenes soam com frequência e causam terrorismo com as famílias. Houve um aumento no nível que subiu para nível 3 e há risco iminente de rompimento da Barragem. O Histórico sobre “ Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEEBM). Segundo a empresa VALE, que se pronunciou sobre essas afetações da população de Minas Gerais. Explica que faz parte do Plano de Ação, e que a população deve manter sua rotina normal, permanecendo aos chamados de emergência. Neste contexto entendemos que o argumento da empresa Vale "desqualifica" o modo de vida das comunidades e gera tensões no lugar, devido a instabilidade que as famílias passam diariamente com medo e pavor dos toques. Assim, tendo como risco iminente de rompimento no dia 22/03 as sirenes soaram em Barão de Cocais, na região central de Minas Gerais, na barragem de Mina de Gongo Soco. A população está sofrendo frequentemente com esse medo e insegurança devido a frequência em que as sirenes soam. As famílias relatam que há menos de um mês os moradores da zona de autossalvamento da barragem foram removidas durante a madrugada. Gerando pavor e caos em mais de 200 moradores que foram evacuadas de suas casas devido a alta chance do rompimento da estrutura.

    Voltar Data: 28/03/2019