• Funcionários terceirizados são 258ª e 259ª vítimas identificas de Brumadinho

    Nos últimos dias de 2019, mais duas vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho foram identificadas. Os corpos chegaram no Instituto Médico Legal em 4 de dezembro, mas só foram identificados no dia 28. De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o Laboratório do Instituto de Criminalística fez a identificação por meio de exame de DNA. As vítimas são João Tomaz de Oliveira, de 46 anos, e Noel Borges de Oliveira, de 50 anos. Os dois eram funcionários terceirizados e João trabalhava como motorista de caminhão-pipa, enquanto Noel era encarregado de obras. Os dois são as vítimas de número 258 e 259. As buscas no local continuam por mais 11 vítimas desaparecidas. Noel Borges é natural de Ortigueira, no norte do Paraná, mas morava em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba, há 23 anos, de acordo com o portal Ric Mais. Segundo informações da filha, o encarregado de obras estava há dois meses em Brumadinho. A filha informou ao jornal que a previsão era que Noel retornasse do serviço no dia 8 de fevereiro, ou seja, duas semanas depois do dia do rompimento da barragem, em 25 de janeiro. João Tomaz de Oliveira trabalhava como motorista de caminhão pipa. De acordo com o R7, o homem deixa dois filhos. Foto: Reprodução/Instagram PCMG

    Voltar Data: 20/01/2020